A população barbalhense deve ficar atenta para evitar acidentes com animais peçonhentos. O alerta vem da Secretaria de Saúde do município, que informa sobre a carência dos soros essenciais para reverter o quadro de envenenamento. O município faz uma campanha intensiva. Primeiro para evitar aproximação dos animais das residências e depois para os cuidados caso alguém se depare com uma situação de risco.

 

A recomendação é que a população evite o acúmulo de lixo ou material de construção próximo as residências, estabelecer controle sobre a presença de roedores, promover limpeza com frequência em terrenos e nas residências com atenção especial para locais onde possam se esconder bichos, como escorpiões. Além de tampar buracos em forros, rodapés, paredes e assoalhos.

 

Em nota, o Ministério da Saúde informou aos estados e municípios sobre a carência dos soros antibotrópicos (pentavalente), antiescorpiônico, antirrábico, e recomendações quanto à adesão dos protocolos clínicos. O fornecimento dos soros é de responsabilidade do Ministério da Saúde, que vem tendo dificuldades de manter os níveis de estoque por conta de questões internas com os laboratórios fabricantes dos soros.