O prefeito Argemiro Sampaio participou nessa sexta-feira, dia 25, da solenidade de implantação da pedra fundamental para dar início à construção da Usina de Resíduos Sólidos. Em um ato simbólico, Argemiro e demais autoridades municipais e representante da empresa que vai executar o trabalho colocaram os primeiros tijolos do equipamento.

 

Estão sendo investidos mais de 32 milhões de reais para a implantação da usina, sem que o município tenha qualquer custo. A iniciativa visa acabar definitivamente com o problema do lixão instalado na cidade. A usina vai trabalhar com o beneficiamento dos materiais que hoje são dispensados na natureza, e agora deve se transformar em combustíveis como diesel e gasolina, além de adubo, que será fabricado a partir do lixo orgânico.

 

De acordo com o prefeito Argemiro Sampaio em sua fala, além de não pagar, o município passa a economizar o recurso destinado à manutenção do lixão. A empresa garante o retorno financeiro com a venda do combustível e material que será produzido a partir dos resíduos.

 

Os atuais catadores estarão incluídos no processo de separação desses produtos depois de passar por treinamento especializado vindo da China. A expectativa é que em um ano, a usina já deve estar produzindo combustíveis e em seis meses já haverá a produção do adubo. As demais matérias, em até dois meses, já serão prensada s e terão como destino a venda para empresas associadas ao grupo.