A Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio, em Barbalha, ganha mais um reconhecimento como Patrimônio Cultural de natureza imaterial. Desta vez, a iniciativa partiu do Governo do Ceará, conforme anúncio feito, nessa quinta-feira, 13, pelo secretário estadual de Cultura, Fabiano Piúba, em ato no qual também estavam presentes o reitor da Urca, Patrício Melo, e o titular da Secretaria de Cultura barbalhense, Rômulo Sampaio.

O reconhecimento permite ao governo estadual implementar uma política efetiva voltada para o evento, de modo especial com ações que salvaguardem todo seu valor histórico, cultural e religioso.

Em 2015, a Festa do Pau da Bandeira de Santo Antônio de Barbalha entrou no livro das celebrações registradas como Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil, a primeira no Ceará a ter esse reconhecimento no âmbito nacional.
A festa é realizada anualmente, num misto de fé e cultura, reunindo milhares de pessoas, entre os barbalhenses e os visitantes que ‘invadem’ a cidade, prestigiando um dos momentos mais especiais da cultura e da religiosidade popular.