A Prefeitura de Barbalha realizou a segunda jornada da luta antimanicomial no município. O evento ocorreu na manhã dessa quinta-feira, 17, no auditório da Universidade Federal do Cariri – Campus Barbalha. O projeto é desenvolvido pela Secretaria de Saúde do Município, através do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS-III) e visa humanizar o tratamento de pessoas que convivem com esse tipo de problema.

Durante o evento houve apresentação do grupo de teatro de usuários e funcionários do Caps lll de Barbalha, o grupo Mãos Dadas. O médico Dr. José Mamede Cruz realizou palestra falando da importância da inclusão e da visão de preconceito sofrida pelos pacientes assistidos pelos Caps.

O evento contou ainda com a apresentação da coordenadora do Caps III Barbalha, Liliane Maria Saraiva, que falou sobre as ações pioneiras desenvolvidas pela gestão local e que foram destaques no Simpósio Multidisciplinar em Saúde, realizado em Sobral, Ceará. O projeto estabelece equipe de multiprofissionais como forma de galgar melhores resultados, mas com base nas diretrizes do SUS.

Barbalha sediou o evento de nível regional alertando para a luta antimanicomial e sobre novas alternativas para o tratamento. Além de representantes do setor do próprio município, o encontro contou com coordenadores dos Caps de municípios como Missão Velha, Farias Brito e Crato. O vereador Rildo Teles representou o prefeito Argemiro Sampaio.