Aos 11 (onze) dias do mês de janeiro de 2017, na sede da Prefeitura Municipal de Barbalha, reuniram-se os integrantes do movimento paredista de saúde do município com o Sr. Prefeito Argemiro Sampaio Neto para deliberar sobre a contraproposta da negociação apresentada pela administração municipal em reunião anterior com o comando da greve. Após a discussão, foram apresentadas as seguintes propostas:

PROPOSTA GOVERNO ANTERIOR GOVERNO ATUAL CONTRAPROPOSTA (SINDICATO) GOVERNO ATUAL
ANUÊNIO 2% Até 8% DEPENDENDO DA QUANTIDADE DE ANOS TRABALHADOS ACATADO ACATADO
INSALUBRIDADE 10% 20% 40% PAGAR O VALOR DA INSALUBRIDADE E PREVISTO NO LAUDO  QUE ESTÁ SENDO ELABORADO PELO PODER JUDICIÁRIO COM INCIDÊNCIA NO SALÁRIO DE JANEIRO DE 2017.
PMAQ Fazer a lei e devolver os recursos aos profissionais Fazer a lei e devolver os recursos caso estejam em conta A lei mais devolução do que foi descontado DE MAIO DE 2015 A JANEIRO DE 2016 FAZER A LEI COM PERCENTUAL DE 50% PARA O PROFISSIONAL E 50% PARA DESPESAS DE CUSTEIO DA SAÚDE
REPOSIÇÃO DAS PERDAS 0% 16% DE FORMA ESCALONADA EM NOVEMBRO DE CADA ANO 20% ESCALONADO EM MARÇO DE CADA ANO 18% ESCALONADO EM SETEMBRO DE 2017, 2018, 2019 e 2020.
PERDA SALARIAIS DOS PROFISSIONAIS DO NÍVEL MÉDIO 10,67%(NÃO CUMPRIU A LEI) 10,67% (CUMPRIR A LEI IMEDIATAMENTE) ACATADO ACATADO
REPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO PARA NÍVEL MÉDIO E SUPERIOR 5,5% (NÃO CUMPRIU A LEI) (CUMPRIR A LEI IMEDIATAMENTE) ACATADO ACATADO

Tendo encerrado a discussão, ficou decidido que o Sindicato dos Servidores realizaria uma Assembleia com os trabalhadores para REFERENDAR a contraproposta e deliberar sobre o fim do movimento e retomada imediata aos locais de trabalho.