Aprovado projeto de lei que garante gratificação aos diretores e coordenadores das escolas da rede municipal de Barbalha. Por unanimidade, a Câmara de Vereadores reconheceu a necessidade de pagar gratificação, além do salário, para os profissionais da educação que exercem funções em cargo de comissão.
Os valores serão pagos aos servidores, de acordo com o tamanho das escolas e número de alunos em cada instituição. De acordo com o secretário da pasta, Boaz David, para escola de tempo integral, a gratificação também será diferenciada.
“O profissional remunerado de forma justa está sendo incentivado a produzir mais e estimula o desenvolvimento da educação”, destaca Boaz.
A estimativa é que a gestão municipal invista aproximadamente 25 mil reais por mês com o projeto na educação. A partir do mês de julho, a gratificação já estará disponível nas contas dos trabalhadores.