O prefeito de Barbalha, Argemiro Sampaio Neto, assinou decreto de emergência em saúde no âmbito do município, como medida preventiva ao Coronavírus. A assinatura do decreto ocorreu nessa terça-feira, 17, no gabinete do prefeito, e foi transmitida ao vivo pelas suas redes sociais, ao lado da secretária de Saúde,  Pollyanna Callou.

 

O decreto estabelece a suspensão por 15 dias de eventos de qualquer natureza, público ou privado, que possam reunir mais de 100 pessoas. As escolas municipais também estarão fechadas, funcionando a merenda escolar para atender, exclusivamente, crianças desnutridas.

 

Atividades com idosos ou pessoas com doenças que facilitem o contágio também estão suspensas. O prefeito Argemiro Sampaio chamou atenção ainda para que entidades privadas adotem medidas que evitem aglomeração de pessoas, como restaurantes, academias e eventos sociais. Alvarás para eventos e uso de sons estão suspensos pelos próximos 15 dias.

 

Quanto ao atendimento na saúde, as unidades permanecem abertas mas a recomendação é que só devem ser procuradas em casos de urgência. Os procedimentos eletivos, como exames, por exemplo, devem ser adiados até que a situação se normalize. Todos os profissionais ligados à Secretaria de Saúde do município também não poderão tirar férias ou licenças para tratar de assuntos pessoais.

 

Confira, abaixo, a íntegra do decreto