A crise financeira enfrentada pelos Hospitais São Vicente, incluindo o setor de Oncologia, Santo Antônio e do Coração, de Barbalha, será analisada, nesta terça-feira, em Brasília. Representantes dessas instituições, juntamente com o prefeito Argemiro Sampaio, manterão audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros.

O problema agravou-se em função do atraso nos repasses de recursos pelo Governo Federal, o que já se repete há alguns anos. A crise exige uma solução imediata, sob pena de serem obrigados a suspender o atendimento pelo SUS. A paralisação trará graves consequências para os pacientes, oriundos dos municípios do Cariri e de Estados vizinhos.

Além do prefeito de Barbalha, integram a comitiva: Antônio Ernandes de Freitas, Irmã Rosa Maria de Lira, Sandra Maria Mendes Gomes e Regilândia Maria Evangelista, pelo Hospital São Vicente: José e João Correia Saraiva, diretores dos Hospitais Santo Antônio e do Coração.